Trabalhadores da Estoril-Sol avançam com providência cautelar


 

Lusa / AO online   Economia   26 de Jan de 2010, 16:57

Os trabalhadores da Estoril-Sol, reunidos em plenário, aprovaram esta terça-feira por "unanimidade" a decisão de avançar com uma providência cautelar na próxima semana e ameaçam recorrer à greve, caso a administração não recue no processo de despedimento.
O plenário contou com 330 trabalhadores "que aprovaram por unanimidade a decisão de se recorrer à providência cautelar caso a administração notifique os trabalhadores para o despedimento, e logo que a administração o faça a providência avançará no início da próxima semana", disse à Lusa Clemente Alves, da Comissão de Trabalhadores.

De acordo com a membro da Comissão, "os trabalhadores declaram-se inteiramente disponíveis para o desenvolvimento de todas as formas de luta, incluindo o recurso à greve", cuja data será marcada no início da próxima semana.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.