Tony Blair reconhece alguma responsabilidade pelo aparecimento do chamado Estado Islâmico

Tony Blair reconhece alguma responsabilidade pelo aparecimento do chamado Estado Islâmico

 

Lusa / AO online   Internacional   25 de Out de 2015, 10:24

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair reiterou hoje desculpas parciais pela guerra no Iraque, reconhecendo alguma responsabilidade pelo aparecimento do autodenominado Estado Islâmico (EI).

 

"Posso pedir desculpas pelo facto das informações fornecidas pelos serviços secretos serem falsas", disse o antigo primeiro-ministro trabalhistas Tony Blair ao canal de televisão CNN.

No entanto, argumentou ser difícil sentir necessidade de se desculpar pela queda de Saddam Hussein: "Mesmo hoje em 2015, julgu que é melhor ele não estar lá".

"Peço desculpa por alguns erros na planificação e na compreensão do que se passou depois do regime ter caído", afirmou, reconhecendo "elementos de verdade" na ideia de que a invasão do Iraque em 2003 é a principal causa do surgimento do EI.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.