Todos os corpos retirados do local do acidente na Ucrânia

Todos os corpos retirados do local do acidente na Ucrânia

 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Jul de 2014, 12:55

Todos os corpos das vítimas da queda do avião da Malaysian Arlines na Ucrânia já foram removidos dos destroços do Boeing, informou hoje a Agência France Presse (AFP).

 

Os rebeldes pró-russos que guardavam a zona de impacto abandonaram, entretanto, o local, após a chegada dos investigadores. Levaram consigo uma dezenas de macas, máscaras de papel e luvas de plástico.

As marcações onde os corpos tinham sido encontrados também foram retiradas do local do desastre.

As equipas de emergência no local recusaram fazer quaisquer comentários sobre o sucedido.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines, que fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur sob o número MH17, caiu na quinta-feira na região leste da Ucrânia com 298 pessoas a bordo, depois de, alegadamente, ter sido atingido por um míssil que a comunidade internacional diz ter sido disparado pelos rebeldes pró-russos.

Entretanto, de acordo com a agência espanhola EFE, um comboio com os 198 corpos localizados na zona da queda do avião saiu hoje da localidade de Torez, próximo de Donetsk, sob a supervisão dos observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE).

Segundo a agência russa RIA Nóvosti, os observadores da OSCE contabilizaram 198 corpos, que foram colocados em cinco vagões refrigerados, sendo este o número total de vítimas até agora localizadas pelas equipas de resgate.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.