Todas as corporações de bombeiros dos Açores com desfibrilhadores automáticos externos

Todas as corporações de bombeiros dos Açores com desfibrilhadores automáticos externos

 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Abr de 2016, 17:37

O secretário regional da Saúde dos Açores, Luís Cabral, anunciou que todas as corporações da região têm, a partir de hoje, desfibrilhadores automáticos externos, considerando que a medida garante "uma melhor resposta em situação de emergência".

“Desde 2012 que tínhamos deixado este compromisso de que no final da legislatura teríamos todas as corporações da região com desfibrilhadores automáticos externos”, afirmou aos jornalistas.

Luís Cabral falava após entregar um equipamento aos Bombeiros Voluntários do Corvo, onde hoje o Governo dos Açores cumpre o primeiro dia da visita estatutária à mais pequena ilha do arquipélago, com cerca de 400 habitantes.

O governante adiantou que, “com a formação de cerca de mil operacionais de desfibrilhação automática externa em toda a região e a compra de 22 equipamentos”, os Açores conseguiram terminar este objetivo.

“Esta entrega hoje, no Dia Mundial da Saúde, é também simbólica, porque marca o final deste processo que continua a ser dinâmico, pois vai exigir recertificação dos diferentes operacionais de três em três anos, mas que nos garante a todos uma melhor resposta em situação de emergência”, declarou Luís Cabral.

O responsável esclareceu que, “no caso de paragem cardiorrespiratória, cada minuto conta e a probabilidade de sobrevivência dos utentes diminui 10% a cada minuto”, o que significa que, se não houver em 10 minutos “a aplicação de um choque para reverter essas paragens”, o doente “inevitavelmente já não chegará com vida às unidades de saúde”.

“Por isso, é importante este investimento, de cem mil euros em toda a região, que garantirá em qualquer circunstância que aconteça que há este equipamento disponível para ajudar também”, adiantou, assinalando, por outro lado, que os desfibrilhadores automáticos externos podem ser utilizados por leigos.

Com a entrega hoje aos bombeiros do Corvo, ilha onde na aerogare civil já existe um desfibrilhador, todas as 17 corporações de bombeiros do arquipélago e das cinco secções destacadas passam a ter este equipamento em ambulâncias de socorro.

O executivo açoriano iniciou hoje uma visita ao Corvo, como está determinado no Estatuto Político-Administrativo da região.

O estatuto impõe que o executivo regional visite cada uma das ilhas da região pelo menos uma vez por ano e que o Conselho do Governo se reúna na ilha visitada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.