Timor-Leste disponível para comprar dívida portuguesa

Timor-Leste disponível para comprar dívida portuguesa

 

Lusa/AO Online   Internacional   14 de Nov de 2010, 07:42

Timor–Leste poderá vir a comprar, em breve, títulos de dívida pública portuguesa, disse hoje em Macau o presidente timorense, José Ramos-Horta.

“Não vejo dificuldades em Timor-Leste comprar também dívida pública portuguesa, na medida em que o próprio Governo timorense já tomou a decisão de diversificar a aplicação do Fundo do Petróleo, comprando outras dívidas públicas, incluindo a australiana e de outros países”, disse Ramos-Horta, escusando-se a comentar se o tema tinha sido abordado num encontro que hoje manteve com o primeiro ministro de Portugal, José Sócrates, à margem da conferência ministerial do Fórum Macau.

A compra de dívida pública portuguesa é avaliada à luz da diversificação de investimentos do Fundo do Petróleo timorense, que terá mais de 6 000 milhões de dólares (4,38 mil milhões de euros).

Instado a comentar quanto poderia Timor-Leste investir, Ramos-Horta disse que é um tema que não lhe compete, mas assegurou que o investimento poderá ser “discutido quando o senhor primeiro ministro Sócrates visitar Timor-Leste”.

“Espero que o possa fazer muito brevemente tendo já manifestado interesse em visitar (Timor-Leste)”, disse, salintando que Sócrates “agora está muito interessado em visitar” o país.

Ramos Horta apontou outros caminhos, que considerou rentáveis, para investimentos em Portugal, nomeadamente em empresas públicas ou semi-públicas como é o caso das energias renováveis ou as telecomunicações.

“(...) em energias renováveis e em telecomunicações é uma aposta que garante proventos, seguros elevados” concluiu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.