Temporal atinge Reino Unido e deixa 13 mil casas sem luz


 

Lusa/AO online   Internacional   8 de Fev de 2016, 14:08

O forte temporal que atingiu o Reino Unido nas últimas horas, com ventos acima dos 125 quilómetros por hora, deixou sem eletricidade mais de 13 mil lares do centro e sudoeste de Inglaterra e sul de Gales.

 

A chamada tempestade 'Imogen' obrigou a suspender alguns serviços de ‘ferry’, como as conexões entre Portsmouth (sul do país) e a ilha de Guernsey e entre Newhaven (sul inglês) e Dieppe (França), a fechar vários colégios no condado de Cornwall (sudoeste de Inglaterra) e já afetou várias linhas de comboio.

“A população deve saber que o temporal afetará o trânsito em estradas, linhas de comboio, pontes e ‘ferries’. O vento forte será acompanhado de chuvas e trovoadas na costa oeste de Inglaterra e Gales”, afirmou o especialista da agência estatal de meteorologia britânica (Met Office).

A agência emitiu vários alertas de ventos entre os 100 e os 120 quilómetros por hora, entre as 03:00 e as 18:00 de hoje, quando a tempestade 'Imogen' atinge o máximo da força, e instou os cidadãos a tomar precauções.

O organismo elevou o alerta para o nível laranja em Londres, Gales e sudoeste e sudeste de Inglaterra face à previsão de que se registem novas precipitações que poderiam causar complicações nos comboios e outras infraestruturas.

Segundo a empresa de energia Western Power Distribution, cerca de 13 mil clientes foram afetados pela quebra do fornecimento elétrico, após as chuvas intensas das últimas horas.

“São esperados ventos entre 96 e 110 quilómetros por hora no sul de Inglaterra e partes do sul de Gales, e mais de 128 quilómetros por hora em várias cidades da costa. Também haverá ondas grandes nos condados de Cornwall e Devon”, informou um porta-voz do Met Office.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.