Temperaturas altas recorde registadas no "último lugar da Terra"

Temperaturas altas recorde registadas no "último lugar da Terra"

 

Lusa/Açoriano Oriental   Ciência   1 de Mar de 2017, 17:21

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".

 

Uma vez que se trata de um continente muito grande, da dimensão dos Estados Unidos, aproximadamente, a organização confirmou três picos de temperatura em locais diferentes: 17,5 graus centígrados em 2015, 19,8 graus em 1982, e 07 graus negativos em 1980.

As temperaturas na Antártica, um continente frio, ventoso e frio, situam-se anualmente entre 10 e 60 graus negativos.

O relator da OMM para os extremos climáticos, Randy Cerveny, afirmou que estes dados podem dar pistas sobre a evolução do clima no planeta.

"As regiões polares do nosso planeta são a sentinela do nosso ambiente global. Devido à sua sensibilidade às mudanças climáticas, às vezes as primeiras influências das mudanças no nosso ambiente global podem ver-se nos polos norte e sul", declarou.

“No caso das temperaturas altas registadas na região antártica, duas delas foram o resultado do que chamamos ventos 'foehn', correntes quentes e descendentes que podem aquecer rapidamente um local", afirmou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.