"Temos responsabilidade de defender o troféu", Paulo Bento

"Temos responsabilidade de defender o troféu", Paulo Bento

 

Lusa/AO   Futebol   7 de Dez de 2007, 15:30

O técnico do Sporting, Paulo Bento, disse hoje que a equipa tem a responsabilidade de defender a conquista da Taça de Portugal em futebol, lembrando que existem vários objectivos para conquistar na corrente temporada
"O Louletano tem a ilusão de fazer uma surpresa e quer aproveitar o mau momento e nós temos que ter a responsabilidade de defender um troféu e uma ambição de iniciar a competição de maneira a poder conquistá-la de novo", disse em conferência de imprensa.
Paulo Bento lembrou que o adversário de sábado, que milita na II Divisão, conseguiu duas vitórias nos últimos jogos e espera que a equipa tenha melhor qualidade de jogo que na Liga portuguesa.
"Sabemos que não passamos por um bom momento em termos de resultados e qualidade de jogo no campeonato, mas se tivermos mais qualidade de jogo que no campeonato, encararmos o jogo com seriedade e pensarmos na forma como abordámos a competição na temporada passada, com certeza conseguimos o nosso objectivo", afirmou.
O técnico referiu que, apesar da distância para o líder FC Porto (12 pontos), a equipa não vai "deitar a toalha ao chão", garantindo que encara os factos com optimismo e confiança, mas sem fugir da realidade.
"Sabemos que em temos de campeonato as coisas estão mais complicadas, mas não abdicamos da luta. Numa época existem mais objectivos, um está difícil, outro foi alcançado e muitos estão para alcançar e temos que ir à procura deles", salientou.
Paulo Bento quer chegar a Janeiro a lutar por todas as competições, lembrando que a equipa já conquistou a Supertaça e conseguiu a qualificação para a Taça UEFA, o que representa uma melhoria em relação à temporada passada.
Para o jogo de sábado frente ao Louletano, o técnico garante que não vão existir muitas alterações no "onze" do Sporting, pois a Taça de Portugal é um objectivo e o adversário tem que ser ultrapassado "com a melhor equipa, sem poupar quem quer que seja".
O treinador confessou que a presença do presidente "leonino" Filipe Soares Franco no treino da equipa serviu para transmitir confiança ao grupo e exigir o máximo em prol do Sporting.
Em relação aos assobios e lenços brancos que foi brindado depois do empate frente à União de Leiria (1-1), o técnico refere que são coisas do futebol para as quais todos os intervenientes têm que estar preparados.
"As coisas estão a correr mal no campeonato e é uma forma de manifestarem a sua desilusão por não verem numa competição a equipa alcançar os seus objectivos. Quem está no futebol tem que estar preparado, senão sofre a dobrar", referiu Paulo Bento.
O treinador confessou que ao nível do campeonato a equipa "não tem feito tudo", mas encara este momento negativo com um desafio que acredita que o grupo vai superar".
"Este é um mau momento, mas também um desafio. Já tivemos outros e conseguimos vencer, e acredito que agora também temos capacidade para o ultrapassar", concluiu.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.