Tecnoforma diz que Passos Coelho foi consultor de 2001 a 2007

Tecnoforma diz que Passos Coelho foi consultor de 2001 a 2007

 

Lusa/AO online   Nacional   26 de Set de 2014, 17:36

O representante legal da Tecnoforma garantiu que Passos Coelho desempenhou as funções de consultor na empresa de 2001 a 2007, esclarecendo que a ligação do atual primeiro-ministro ocorreu posteriormente a ter sido deputado na Assembleia da República.

 

Em conferência de imprensa realizada na sociedade de advogados que representa a Tecnoforma, em Lisboa, Cristovão Costa Carvalho afirmou que Passos Coelho "foi remunerado pelos serviços prestados" à empresa.

Cristovão Costa Carvalho não revelou qualquer montante resultante da ligação de Passos Coelho à Tecnoforma, "principal mecenas do Centro Português para a Cooperação", organização não governamental (ONG) fundada pelo primeiro-ministro enquando exercia o cargo de deputado e que "está inativa neste momento" .

Refutando que o Centro Português para a Cooperação tenha sido "fundado pela Tecnoforma", o advogado sublinhou que a ONG tinha contabilidade própria, pelo que desconhece o valor dos reembolsos que hoje no parlamento o primeiro-ministro admitiu ter recebido à titulo de despesas de representação.

"Não posso responder. O reembolso é feito quando alguém apresenta um documento de despesa. A contabilidade da ONG nada tinha a ver com a Tecnoforma", disse o advogado, acrescentando que a empresa "prestou todos os esclarecimentos que foram solicitados".

O representante legal da Tecnoforma disse ainda que a empresa via agir judicialmente contra jornalistas e comentadores, pelo "monstro que criaram e que gerou uma grande confusão".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.