Tribunal

TC detecta irregularidades na gestão da empresa municipal Acção PDL

TC detecta irregularidades na gestão da empresa municipal Acção PDL

 

Lusa/AO online   Regional   4 de Nov de 2010, 11:06

O Tribunal de Contas detectou várias irregularidades na gestão da Acção PDL, uma empresa municipal de Ponta Delgada responsável pela gestão de investimentos nas áreas da urbanização, requalificação urbana e ambiental e habitação social.
O relatório da auditoria do Tribunal de Contas aponta para a existência de vários erros contabilísticos, documentos em falta e valores declarados de forma incorrecta, considerando que as demonstrações financeiras apresentadas pela Acção PDL a 31 de Dezembro de 2008 “não reflectiam, de forma fidedigna” a posição da empresa.

O anexo ao balanço e à demonstração de resultados desse ano “não disponibiliza” também informação relacionada com os “compromissos financeiros futuros” assumidos pela empresa, entre 2009 e 2038, no valor superior a 37 milhões de euros.

O Tribunal de Contas refere ainda que os documentos da empresa não fazem referência aos contratos-programa estabelecidos entre a Acção PDL e o município de Ponta Delgada, liderado pela social democrata Berta Cabral.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.