Taxa de poupança cai para 4% até setembro e toca mínimos de 1999

Taxa de poupança cai para 4% até setembro e toca mínimos de 1999

 

Lusa/AO Online   Economia   23 de Dez de 2015, 12:19

A taxa de poupança das famílias situou-se em 4% do rendimento disponível no final de setembro, caindo 0,8 pontos percentuais face ao trimestre anterior, e fica no valor mais baixo desde o primeiro trimestre de 1999, segundo o INE.

De acordo com as contas nacionais trimestrais por setor institucional, hoje divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de poupança fixou-se nos 4%, "traduzindo os efeitos conjugados do aumento do consumo privado e da ligeira diminuição do rendimento disponível das famílias".

No trimestre anterior, a taxa de poupança das famílias era de 4,8% e caiu em setembro para os 4%, "o que corresponde ao valor mais baixo desde o primeiro trimestre de 1999", segundo o INE.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.