Taxa de empregos vagos sobe para 1,6% na zona euro no 4º trimestre

Taxa de empregos vagos sobe para 1,6% na zona euro no 4º trimestre

 

Lusa/AO online   Economia   18 de Mar de 2016, 16:00

A taxa de empregos vagos na zona euro subiu 0,1 pontos para os 1,6% no quarto trimestre de 2015, quer face ao período homólogo quer comparando como trimestre anterior, com Portugal a apresentar a segunda menor (0,6%), divulga o Eurostat.

 

Já na União Europeia (UE), a taxa de empregos disponíveis aumentou para 1,7% entre outubro e dezembro de 2015, face aos 1,6% do mesmo período de 2014 e do trimestre anterior.

A Alemanha e o Reino Unido (2,6% cada), assim como a República Checa (2,4%) e a Bélgica (2,2%) registaram as maiores taxas de empregos disponíveis no último trimestre de 2015, enquanto as menores se observaram na Polónia (0,5%) e em Portugal e Espanha (0,6% cada).

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, o indicador aumentou em 21 Estados-membros, manteve-se estável em quatro (um dos quais Portugal) e diminuiu noutros dois, na variação homóloga, não havendo dados disponíveis para a Grécia.

As subidas mais acentuadas foram registadas na República Checa (0,8 pontos percentuais) e na Letónia (0,7 pp), enquanto as únicas quebras se observaram em Malta (-4 pp) e na Estónia (-0,1 pp).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.