Taxa de desemprego aumenta para 13,9% em novembro

Taxa de desemprego aumenta para 13,9% em novembro

 

Lusa/AO online   Economia   6 de Jan de 2015, 10:53

A taxa de desemprego (dos 15 aos 74 anos) estimada para novembro é de 13,9%, mais 0,3 pontos percentuais do que o estimado para outubro, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

Segundo o instituto estatístico, a população desempregada ajustada de sazonalidade foi estimada em 713,7 mil pessoas em novembro, o que representa um aumento de 2,5% face a outubro de 2014 (mais 17,4 mil).

Quanto à população empregada (15 a 74 anos), também ajustada de sazonalidade, foi estimada em 4.431,3 mil pessoas, diminuindo 0,1% (menos 2,9 mil) face a outubro, uma "evolução decrescente" iniciada em setembro, após um período de sete meses consecutivos de crescimento continuado no emprego, segundo o INE.

No documento, o INE lembra que com a divulgação dos resultados relativos a outubro de 2014, o instituto iniciou a publicação mensal de estimativas do Inquérito ao Emprego para os principais indicadores do mercado de trabalho (população empregada e desempregada, por sexo e grupo etário, e taxas correspondentes) em complemento da publicação das estimativas trimestrais habituais.

O INE explica ainda que as estimativas mensais são referentes a trimestres móveis centrados, sendo que o mês de referência, novembro, "corresponde, na verdade, ao mês central do trimestre composto pelos meses de outubro a dezembro de 2014".

Em novembro, a população empregada manteve-se inalterada para os adultos (25 a 74 anos), tendo aumentado para os homens (0,1%; 1,4 mil) e caído para as mulheres (0,2%; 4,3 mil) e para os jovens dos 15 aos 24 anos (1,5%; 3,8 mil).

A taxa de emprego situou-se em 56,5%, tendo-se mantido no nível do mês anterior.

De acordo com o INE, a taxa de emprego dos homens (60,3%) superou a das mulheres (53%) em 7,3 pontos percentuais, sendo que a primeira manteve o nível do mês anterior e a segunda diminuiu 0,1 pontos percentuais.

No período, a taxa de emprego dos adultos foi 62,1% e a dos jovens foi 22,2%, ou seja, manteve-se inalterada no primeiro caso e diminuiu 0,3 pontos percentuais no segundo.

A população desempregada, estimada em 713,7 mil pessoas, aumentou 2,5% face a outubro (17,4 mil pessoas).

Segundo o INE, o aumento da população desempregada já tinha ocorrido em outubro de 2014, quando foi interrompido um período de vinte meses de quedas sucessivas.

A população desempregada aumentou para os homens (4,9%; 17 mil), para os adultos (2,2%; 12,8 mil) e para os jovens (3,7%; 4,6 mil), mantendo-se praticamente inalterada para as mulheres.

A taxa de desemprego situou-se em 13,9%, tendo aumentado 0,3 pontos percentuais face a outubro, "para o que contribuiu tanto o acréscimo da população desempregada, como a ligeira diminuição da população empregada".

A taxa de desemprego das mulheres (13,9%) ultrapassou a dos homens (13,8%) em 0,1 pontos percentuais, tendo a primeira permanecido inalterada, enquanto a segunda aumentou 0,5 pontos percentuais.

Quanto à taxa de desemprego de jovens, situou-se em 34,5%, mais 1,2 pontos percentuais face a outubro, assim como a taxa de desemprego dos adultos situou-se em 12,3%, subindo 0,3 pontos percentuais face ao mês anterior.

A taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi 14%, tendo aumentado 0,4 pontos percentuais e caído 1,5 pontos percentuais face a novembro de 2013.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.