Iraque

Tarek Aziz condenado à pena de morte


 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Out de 2010, 12:22

O Supremo Tribunal do Iraque condenou esta terça-feira à morte por enforcamento o antigo vice-primeiro-ministro de Saddam Hussein Tarek Aziz, pelo seu papel na eliminação dos partidos religiosos xiitas, noticiou a televisão estatal iraquiana.
"O Supremo Tribunal iraquiano emitiu uma ordem de execução de Tarek Aziz pelo seu papel na eliminação dos partidos religiosos", segundo a televisão Al-Irakiya.

O porta-voz do tribunal, Mohammed Abdul Sahib, não precisou quando é que a sentença vai ser executada.

Aziz, de 74 anos, cristão, foi vice-primeiro-ministro de Saddam entre 1979 e 2003 e ministro dos Negócios Estrangeiros entre 1983 e 1991. Neste processo era acusado de, durante o regime de Saddam (1979-2003), participar na campanha de perseguição a membros do Partido Dawa, ao qual pertence o actual primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki.

Anteriormente, Aziz já tinha sido condenado a duas penas, de 15 anos e de sete anos de prisão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.