Suspeito de quatro homicídios na Póvoa de Varzim detido


 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Abr de 2015, 12:23

A GNR de Viana do Castelo deteve esta terça-feira cerca das 10:15 (hora local), em Valença, o homem suspeito do quádruplo homicídio na Estela, concelho da Póvoa de Varzim.

 

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, o suspeito foi detido à entrada da ponte internacional de Valença.

De acordo com informações da Comando Territorial do Porto da GNR, o alegado autor do quádruplo homicídio tem “entre 40 e 50 anos” e foi detido quando, “presumivelmente, tentava avançar para Espanha”.

“O presumível homicida pôs-se em fuga mas, fruto da pressão causada pela perseguição policial, acabou por se envolver num acidente e foi detido pela GNR em Valença”, afirmou a fonte da GNR do Porto.

Segundo acrescentou, as quatro vítimas mortais serão todos familiares do presumível homicida: os ex-sogros, com cerca de 70 anos, a ex-mulher, com 40 a 50 anos, e o enteado, de 23 anos.

Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) referiu ainda a existência de um ferido ligeiro, um rapaz de 16 anos, apenas com escoriações, mas o Comando Territorial do Porto da GNR disse não ter “qualquer informação” a este respeito.

O alegado quádruplo homicídio aconteceu por volta das 09:15/09:20, no café S. Tomé, na freguesia da Estela, concelho da Póvoa de Varzim, com recurso a uma arma de fogo.

Segundo testemunhos recolhidos pela Lusa no local, o café será propriedade dos ex-sogros do alegado homicida, que já estaria separado da ex-mulher há cerca de um ano.

De acordo com a GNR do Porto, o caso será agora entregue à Polícia Judiciária.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.