Centenário da República

Subida ao Pico assinala início das comemorações do Centenário da República

Subida ao Pico assinala início das comemorações do Centenário da República

 

Lusa/AO online   Regional   1 de Set de 2010, 11:42

Uma centena de pessoas vai subir na madrugada de sábado ao Pico, a 2351 metros de altitude, numa iniciativa do Governo Regional dos Açores que assinala o início das comemorações do Centenário da República no arquipélago.
A ‘Subida ao Pico mais Alto da República’ contará com a presença de João Garcia, o alpinista português que já escalou os picos mais altos do mundo, e de Luís Bettencourt, que está a realizar o projecto de hastear a bandeira dos Açores nos pontos mais altos de cada continente.

Os dois alpinistas vão acompanhar dezenas de alunos de escolas de todas as ilhas dos Açores, que se associaram a esta iniciativa.

A subida terá início às 00:00 de sábado na Casa da Montanha, mas antes, no Museu do Baleeiro, será lançada uma edição em fac-simile do livro ‘Canto ao Pico’, de Manuel de Arriaga, publicado em 1887, que descreve as emoções da subida do primeiro Presidente da República Portuguesa ao ponto mais alto do país.

“Manuel de Arriaga tinha pouco mais de 20 anos quando subiu ao Pico, a montanha soberba como lhe chamou, com um grupo de amigos do continente”, afirmou Manuel da Costa Júnior, director do Museu do Pico, em declarações à Lusa.

Em simultâneo com o lançamento do livro será inaugurada uma exposição que cruza excertos do texto poético de Manuel de Arriaga com fotografias da Montanha do Pico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.