Steven LoBue elege os Açores como "a etapa mais difícil do circuito"

Steven LoBue elege os Açores como "a etapa mais difícil do circuito"

 

Arthur Melo   Outras modalidades   7 de Jul de 2017, 13:20

Steven LoBue descreveu, em exclusivo ao Açoriano Oriental, as características ímpares da etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving

O vencedor da etapa açoriana em 2014 não tem qualquer dúvida quando elege a prova realizada a partir do ilhéu de Vila Franca do Campo como “a etapa mais difícil do circuito”.

Em entrevista exclusiva ao Açoriano Oriental, Steven LoBue explica as razões que o levam a colocar os Açores na liderança do ranking dos locais mais difíceis para a prática do cliff diving.

“A combinação de saltar a partir das rochas e a imprevisibilidade meteorológica fazem deste o local mais desafiante de todos. Se a isto acrescentarmos a agitação marítima, o vento e a chuva, então ficam reunidas as piores condições possíveis para a prática do cliff diving”, enumerou o norte-americano.

A sua vitória em 2014 nos Açores constitui a sua mais grata recordação do ‘Anel do Princesa’ e a poucas horas do arranque da competição – a prova inicia-se este sábado, pelas 11h00, com os primeiros dois saltos programados a serem feitos a partir dos penhascos do ilhéu de Vila Franca do Campo – Steven LoBue espera poder retificar o mau resultado conseguido há duas semanas na Irlanda, onde não foi além do modesto 10.º lugar da classificação final.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.