Web Summit

'Startups' têm 4 minutos parar apresentar o seu negócio e cativar investidores

'Startups' têm 4 minutos parar apresentar o seu negócio e cativar investidores

 

Lusa/AO online   Economia   9 de Nov de 2016, 11:16

As 'startups' presentes na Web Summit têm cerca de quatro minutos parar apresentar o seu negócio e captar o interesse dos investidores, durante a competição 'pitch', cujo vencedor será revelado quinta-feira por Paddy Cosgrave.

 

Divididas por três palcos, entre quarta-feira e hoje, 200 empresas de todas as partes do mundo apresentam as mais-valias dos seus negócios durante quatro minutos, e durante outros três respondem às questões e dúvidas de quatro investidores que, no final, escolhem a 'startup' que passa às meias-finais.

Enquanto decorre a sessão das 10h15 no palco do pavilhão 1 da FIL, Aníbal Faria vai revendo perto do local a apresentação que preparou da sua empresa, a P55 -- Second Hand Luxury, que explora uma plataforma dedicada ao mercado dos bens de luxo em segundo mão. Aníbal é o terceiro orador do 'pitch' das 11h15 e o nervosismo é assumido.

"São já alguns meses de preparação, para saber dizer exatamente o que é fundamental do ponto de vista de um investidor e fazer com que as pessoas se apaixonem pela nossa plataforma e pela nossa ideia de negócio", disse à agência Lusa Aníbal Faria, fundador da empresa.

Qualquer pessoa pode colocar os seus bens de luxo em segunda mão na plataforma, validar e submeter. Depois, a empresa analisa se as peças têm interesse e, em caso afirmativo, ajuda o cliente em todo o processo. "É um negócio chave na mão para quem é fornecedor. Só tem de se preocupar em entregar-nos as peças e receber o dinheiro num período médio de 30 dias", explicou.

Em três anos, a empresa vendeu bens no valor de 5 milhões de euros, passou de 3 para sete funcionários e está agora a começar a procurar fornecimento no estrangeiro, nomeadamente em Espanha, França e Itália. Por oposição, os principais compradores são provenientes dos Estados Unidos, China e Dubai.

Os números são, para Aníbal Faria, a melhor forma de atrair investidores: "Já temos bastante tração e números para poder apresentar e isso é importante para que os investidores se sintam confiantes para investir em nós".

"É um mercado extremamente valioso. Queremos que o luxo esteja acessível a qualquer pessoa e encontramos um espaço no mercado que não estava a ser trabalhado", acrescentou, pouco antes de chegar a sua vez de participar no ´pitch'.

No palco está agora o indiano Priyank Jain, representante da BlogBeats, uma plataforma online que se dedica à criação, divulgação e pesquisa de blogues, estejam os seus autores em qualquer parte do mundo.

"Durante a Web Summit as pessoas estão a escrever blogues através da BlogBeats. Nos últimos três meses tivemos mais de um milhão de visitantes. Estamos a crescer", afirmou, acrescentando que a ideia surgiu quando estava ainda a estudar nos Estados Unidos.

No caso de Priyank não houve "grande preparação" para a apresentação que realizou na web summit: " Fundei e conheço a empresa", justificou.

Depois de na quarta-feira ter estabelecido contacto com um potencial investidor dos Emirados Árabes Unidos, com quem espera ter ainda hoje uma nova reunião, o responsável considera que os investidores presentes nesta sessão manifestaram-se interessados no seu negócio.

"Vamos ver como corre", afirmou, garantindo que deu o seu "melhor" para vencer a competição do 'pitch'.

Em cada sessão do 'pitch' é selecionada uma ´startup' para passar às meias-finais, que se realizam hoje à tarde. A final realiza-se na quinta-feira e o vencedor será anunciado pelo fundador da Web Summit, Paddy Cosgrave.

A Web Summit de Lisboa, que arrancou na segunda-feira e decorre até quinta-feira, conta com mais de 53.000 participantes, de 166 países, incluindo 15.000 empresas, 7.000 presidentes executivos e 700 investidores.

Entre os oradores estão fundadores e presidentes executivos das maiores empresas de tecnologia, bem como importantes personalidades das áreas de desporto, moda e música.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.