Macau

Stanley Ho refuta acusações sobre envolvimento no crime organizado


 

Lusa / AO online   Internacional   18 de Mar de 2010, 14:06

O magnata do jogo de Macau, Stanley Ho, defendeu esta quinta-feira em comunicado “não haver nenhum fundamento em qualquer sugestão” sobre uma sua eventual ligação a tríades do território ou a qualquer outro tipo de organização criminosa.
Num comunicado enviado pela sua secretária pessoal, Stanley Ho diz não ter visto o relatório da autoridade reguladora do jogo do Estado norte-americano de New Jersey (New Jersey Division of Gaming Enforcement) dirigido à comissão de jogo daquele Estado, que considera o magnata e a sua filha Pansy Ho como parceiros “inadequados”, citando alegadas ligações ao crime organizado.

Em declarações à Agência Lusa, o director executivo da Sociedade de Jogos de Macau, controlada por Stanley Ho, Ambrose So, disse que a empresa “não leu o relatório e que, por isso, não o pode comentar”, mas salienta que Stanley Ho já refutou, por diversas vezes, alegadas ligações ao crime, remetendo outras declarações para o comunicado do magnata.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.