Sobe para dez número de mortos em Toronto e polícia fala em ato "deliberado"

Sobe para dez número de mortos em Toronto e polícia fala em ato "deliberado"

 

Lusa/AO online   Internacional   24 de Abr de 2018, 08:54

Um total de dez pessoas morreram e dezena e meia ficaram feridas num atropelamento ocorrido na cidade canadiana de Toronto que as autoridades classificam como um "ato deliberado".

O condutor da carrinha que subiu o passeio e causou as mortes atuou de maneira deliberada, afirmou o chefe de polícia Mark Saunders.

Já o ministro da Segurança Pública, Ralph Goodale, afastou a possibilidade de alargar a investigação para já, por considerar que se tratou deum ato isolado do condutor, um jovem de 25 anos oriundo do norte de Toronto.

As fotos e vídeos da detenção mostraram um homem agressivo, que enfrenta um polícia empunhando o que parece ser uma pistola, ao lado de uma carrinha branca com a dianteira da carroçaria amolgada.

Em seguida, o homem larga o que tem na mão e é dominado e algemado sobre o ‘capot’ da viatura da polícia, antes de ser levado.

O local onde ocorreu o atropelamento, uma artéria bastante frequentada da cidade, com passeios largos, onde muitos peões caminhavam durante a pausa de almoço, para aproveitar o dia de sol, “vai ser encerrada durante vários dias, porque o inquérito vai ser longo, com diversas testemunhas para ouvir e muitas imagens de câmaras de vigilância para visionar”, observou Peter Yuen.

“Os nossos corações estão com todos os afetados”, declarou o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, na Câmara dos Comuns, antes de o balanço ser conhecido.

O incidente ocorreu quando Toronto acolhe uma reunião dos ministros da Segurança Pública do G7, depois de ter sido o anfitrião, durante o fim de semana, da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos sete países mais industrializados do mundo (Estados Unidos, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.