Sobe para 52 número de portugueses a retirar das Caraíbas


 

Lusa/AO Online   Nacional   11 de Set de 2017, 07:07

O número de cidadãos nacionais que o Estado português vai retirar das ilhas de Saint-Barthelémy e Saint-Martin, atingidas pelo furacão Irma, subiu para 52, disse à Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.


José Luís Carneiro revelou à Lusa que, nas últimas horas, subiu de 30 para 52 o número de portugueses “que pediram ajuda” e que o Estado vai retirar daquelas duas ilhas nas Caraíbas, numa embarcação fretada, em direção à ilha de Guadalupe, de onde os nacionais viajarão, num avião C-130, para Portugal.

Segundo o responsável, são 46 emigrantes residentes em ‘St. Barths’ e seis em Saint-Martin.

O governante tinha adiantado, cerca das 20:00, que 28 portugueses tinham manifestado intenção de sair de Saint-Barthélemy e dois de Saint-Martin.

Da ilha de Guadalupe está prevista a saída, ainda hoje se as condições atmosféricas o permitirem, de um grupo de 15 portugueses a bordo de um avião francês, em direção de Paris, de onde prosseguirão depois viagem para Portugal.

Também este número subiu em relação aos 12 portugueses mencionados anteriormente pelo secretário de Estado.

O Governo espera ainda que este número continue a aumentar.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.