Sobe para 13 número de mortos em queda de helicóptero no México

Sobe para 13 número de mortos em queda de helicóptero no México

 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Fev de 2018, 16:19

Pelo menos 13 pessoas morreram hoje devido à queda de um helicóptero que se dirigia para a zona mais afetada pelo sismo de magnitude 7,2 que atingiu o México na sexta-feira.


Segundo as autoridades judiciárias locais, foram recuperados 12 corpos de cinco mulheres, quatro homens, duas meninas e um rapaz, tendo uma outra morrido no hospital de Jamiltepec. Há ainda a registar 15 feridos.

No helicóptero da Força Aérea do México, seguiam o ministro do Interior do país, Alfonso Navarrete, e o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, que, segundo a televisão mexicana, saíram ilesos.

O anterior balanço dava conta de três mortos.

A queda ocorreu quando faltavam entre 30 a 40 metros para que o helicóptero aterrasse em Pinotepa Nacional, no estado de Oaxaca, onde se registou o epicentro do forte abalo, mas perdeu o controlo e caiu.

Segundo informação do Serviço Sismológico Nacional, o sismo de magnitude 7,2 foi sentido às 17:39 locais (23:39 em Lisboa) de sexta-feira no centro e sul do país, e teve epicentro a 11 quilómetros a sul de Pinotepa Nacional.

Uma hora depois, um novo abalo, de magnitude 5,9, teve epicentro a 14 quilómetros a sul de Pinotepa Nacional.

Às 20:30 locais, três horas após o primeiro sismo, havia notícia de 150 réplicas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.