Soares Franco crê em recuperação idêntica à da última época


 

Lusa/AO   Futebol   19 de Dez de 2007, 10:40

O presidente do Sporting acredita numa recuperação na Liga portuguesa de futebol semelhante à da última época
O presidente do Sporting acredita numa recuperação na Liga portuguesa de futebol semelhante à da última época, mas escusou-se a confirmar hoje quaisquer mexidas no plantel e exigiu respeito aos adeptos contestatários.
"No ano passado, por esta altura, estávamos a uma distância de nove pontos e acabámos o campeonato em segundo, a um ponto, e a segunda volta era teoricamente mais difícil. Ainda está tudo em aberto", afirmou Filipe Soares Franco, após dar início à festa de Natal dos "leões", um espectáculo de circo, em Algés.
Após a 13ª ronda do campeonato, o Sporting encontra-se no terceiro lugar, a dois pontos do rival Benfica e a 12 do bicampeão e líder, FC Porto.
Sobre eventuais dispensas ou aquisições de jogadores, Soares Franco não adiantou qualquer pormenor, pois "o Sporting é um clube diferente", e, escusando-se a comentar os planos noticiados por parte de clubes rivais quanto à reabertura do mercado de transferências, apenas prometeu: "na altura certa se saberá".
"As prendas de que se pode falar, nesta altura, são as prendas próprias do Natal. Não comento os outros clubes. O meu clube é o Sporting", disse o líder "verde-e-branco".
Relativamente à contestação a dirigentes e jogadores por parte da mais emblemática claque do clube de Alvalade, a Juventude Leonina, o presidente dos "leões" reiterou a necessidade de respeito pelos dirigentes, que fazem o melhor em prol da equipa e dos melhores resultados, condenando os insultos.
"O João Moutinho já relatou, e bem, todo o sentimento que vai na alma dos sportinguistas e da equipa sobre essa matéria", disse, referindo-se a declarações do capitão de equipa, que afirmou tratar-se de uma ofensa ao Sporting e não uma ofensa pessoal o facto de lhe ter sido devolvida uma camisola oferecida à referida claque.
O defesa central Tonel, único atleta profissional presente, além de alguns jogadores de futsal e de andebol, desejou um "feliz Natal a todos, em particular aos sportinguistas" e rejeitou comentar o ambiente no seio do plantel, as possibilidades de o Sporting ainda ser campeão ou a sua eventual presença no Euro2008, pela selecção.
"Está tudo bem, mas não me quero alongar porque não é o local ideal para estar a falar de futebol. Que seja um ano bom para o Sporting", disse o jogador, dois dias depois do triunfo por 2-1 na visita ao Marítimo.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.