SNS poupa 15 milhões com catálogo de serviços partilhados

SNS poupa 15 milhões com catálogo de serviços partilhados

 

Lusa/AO Online   Nacional   8 de Ago de 2012, 06:53

As instituições do Serviço Nacional de Saúde (SNS) pouparam cerca de 15 milhões de euros em nove meses na compra de medicamentos e dispositivos médicos ao utilizarem o catálogo de aprovisionamento dos serviços partilhados da saúde.

O Catálogo de Aprovisionamento Público da Saúde é um instrumento que tem como objetivo disponibilizar os fármacos e dispositivos médicos aos melhores preços, tentando facilitar a compra aos hospitais e outras unidades do SNS.

Segundo dados oficiais fornecidos à agência Lusa, através do catálogo de compras, durante o último trimestre de 2011 e o primeiro semestre de 2012, o SNS conseguiu uma poupança estimada de 15 milhões de euros num total de 45 concursos públicos.

Como exemplo, a doxorrubicina, fármaco usado no tratamento do cancro, que era comprado a 95 euros conseguiu ser adquirido a 21 euros, uma poupança de quase 80%.

Aliás, segundo os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) as poupanças com mais destaque são na área oncológica e também na das soluções aquosas, como soros.

O balanço do primeiro semestre de 2012 mostrou ainda que o tempo médio entre a abertura de um concurso e a sua adjudicação é de 89 dias úteis.

Os SPMS existem desde 2010 para promover a eficácia nas organizações ligadas ao SNS, conseguindo poupanças na compra de medicamentosm, equipamentos e de serviços terapêuticos privados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.