Sistema inovador de monitorização de doentes à distância vai ser testado em situações reais


 

Lusa / AO online   Nacional   10 de Jan de 2010, 15:24

O Centro de Saúde de Celas, em Coimbra, vai ser palco a partir deste mês de testes reais de um sistema inovador de monitorização de doentes à distância, desenvolvido pela empresa portuguesa ISA para diminuir os gastos públicos.

“Pretendemos demonstrar os benefícios calculados e conseguir um 'piloto' acima das 100 unidades que nos permita efectivamente promover a redução dos encargos da Saúde em Portugal”, revelou à agência Lusa fonte da empresa, aludindo ao interesse já demonstrado na solução tecnológica por parte de membros do Governo e de profissionais de saúde.

A Look4MyHealth – solução de monitorização de sinais vitais, foi desenvolvida pela ISA Intellicare, recém formada spin-off da ISA (Intelligent Sensing Anywhere), uma empresa com sede em Coimbra

A solução está agora está pronta a ser aplicada a situações reais, sendo pioneiro o Centro de Saúde de Celas, e alguns dos seus pacientes, “ainda no decorrer deste mês ou, o mais tardar, em Fevereiro”.

“Poderá fazer com que os portugueses com necessidade constante de controlo de alguns parâmetros, como a tensão arterial, a pulsação, a oximetria, a glicose ou até o peso, possam ser monitorizados à distância pelo seu médico, de forma rigorosa e confortável, e não tenham que se deslocar aos serviços de saúde”, explicou a mesma fonte da ISA.

Os pacientes poderão efectuar as suas medições em casa e os resultados são automaticamente enviados, através de um sistema de transmissão de dados seguro, para o seu médico, para serem avaliados.

Desta forma – acentua - “evitam-se os inúmeros constrangimentos relacionados com as deslocações do paciente aos hospitais e centros de saúde, ou mesmo hospitalizações para observação, trazendo-lhe mais autonomia e bem-estar. Na mesma medida, hospitais e profissionais da saúde ficam libertos para situações onde a sua presença é imprescindível”.

O Look4MyHealth, segundo os promotores, tem ainda a vantagem de promover diagnósticos precoces, prevenindo situações de risco.

“Estima-se que, com a implementação em larga escala do Look4MyHealth, conseguir-se-á diminuir os encargos do Serviço Nacional de Saúde em mais de 20 milhões de euros por ano, contribuindo ainda de modo significativo para a sustentabilidade ambiental ao reduzir as deslocações necessárias para efectuar as medições”, sublinha.

Esta solução é um resultado da experiência de inovação da ISA, já com várias soluções tecnológicas exportadas, e visa a “monitorização do bem-estar de pessoas, a recolha e disponibilização transparente e global da informação, a comunicação eficiente e permanente entre médicos e pacientes ou familiares”, refere.

De acordo com a mesma fonte da ISA, esta solução tecnológica destina-se numa primeira fase ao mercado português, e depois será lançada no mercado internacional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.