Sismo de magnitude 6 registado na província equatoriana de Manabi

Sismo de magnitude 6 registado na província equatoriana de Manabi

 

Lusa/AO online   Internacional   3 de Dez de 2017, 18:57

 Um sismo de magnitude 6 na escala de Richter foi registado este domingo na província de Manabi que, juntamente com a de Esmeraldas, na costa do Equador, foi a mais afetada pelo terramoto de 7,8 graus em abril de 2016, anunciaram as autoridades.

O sismo ocorreu pelas 06h20 (11h20 em Lisboa) a uma profundidade de 39,95 quilómetros, indicou o Instituto Geofísico sem, no entanto, dar conta de danos consideráveis.

O presidente do Equador, Lenin Moreno, pediu calma à população através de uma mensagem publicada na sua conta de Twitter.

“Irmãos manabitas, estamos convosco. Sismo de 6 graus. De momento não temos vítimas que lamentar, nem danos materiais consideráveis. Mantenhamos a calma e informemo-nos através dos canais oficiais”, escreveu Moreno.

O presidente acrescentou ainda que as primeiras informações referem “não haver vítimas” e que “não se registam danos estruturais nas barragens”.

“Está a trabalhar-se na subestação Tosagua para restabelecer a energia elétrica. Continuamos a monitorizar”, disse.

A secretaria de Gestão de Riscos adiantou, em comunicado, que o sismo foi sentido nas províncias de Manabi, Guayas, Los Rios, El Oro, Santo Domingo de los Tsachilas, Pichincha, Chimborazo, Imbabura, Esmeraldas e Tungurahua.

Já o Instituto Oceanográfico da Marinha informou que o sismo não reúne as condições para gerar um tsunami nas costas equatorianas, nem na região insular de Galápagos.

A 16 de abril do ano passado, um sismo de magnitude 7,8 na escala de Richter foi um dos mais fortes da história do Equador, tendo afetado zonas da província de Manabi, bem como o sul de Esmeraldas, tendo causado mais de 670 mortos, milhares de afetados e casas destruídas.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.