Educação

SINTAP denuncia falta de pessoal não docente nas escolas

SINTAP denuncia falta de pessoal não docente nas escolas

 

Lusa/AO online   Regional   7 de Set de 2010, 18:17

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP) dos Açores denunciou esta terça-feira a existência de uma "carência gritante" de pessoal não docente nas escolas do arquipélago, que "ameaça pôr em causa" o apoio e a segurança educativos dos alunos.
“O SINTAP/Açores, no ponto 13 do caderno reivindicativo para 2010, alertou o governo regional para o facto de os estabelecimentos de ensino da região lutarem com carências enormes de pessoal assistente operacional na área de acção e apoio educativo. No início de um novo ano lectivo alerta uma vez mais”, refere o sindicato.

Segundo este sindicato, "as carências estão a sobrecarregar e desgastar os profissionais existentes e ameaçam pôr em causa o apoio e segurança educativos dos alunos", pelo que defende o reforço de pessoal através da abertura de concursos de admissão de pessoal ou da mobilidade interna dos quadros de ilha.

O SINTAP/Açores defendeu também a abertura de um "verdadeiro processo de negociação colectiva e não de mera participação" sobre as propostas de revisão do Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho dos Trabalhadores da Administração Pública Regional (SIADAPRA) e da fórmula de ponderação curricular.

"Na sequência do mau estar gerado pela aplicação do SIADAPRA, o SINTAP/Açores apresentou uma proposta fundamentada de revisão profunda ao governo regional, que motivou a apresentação de propostas de alteração do respectivo regime jurídico", recordou o sindicato.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.