SINTAP/Açores quer negociação sobre integração de trabalhadores precários


 

Lusa/AO online   Regional   22 de Nov de 2016, 11:31

O Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP) anunciou que espera do Governo dos Açores a abertura do processo negocial para apurar número, carreiras e natureza dos vínculos dos trabalhadores precários que irão ser integrados na administração regional.

"O SINTAP espera agora que o Governo Regional proceda à abertura do respetivo processo negocial tendente a apurar o número, as carreiras e a natureza dos vínculos dos trabalhadores precários abrangidos", refere um comunicado do sindicato.

Para o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos, com esse processo garante-se "uma participação e um diálogo construtivo e informado dos sindicatos que permita abarcar naquela iniciativa, e com a necessária equidade, todos os trabalhadores que se encontrem em situações análogas, independentemente do tipo de carreiras em que se encontrem".

A semana passada, o presidente do Governo dos Açores, o socialista Vasco Cordeiro, anunciou que o executivo vai integrar nos quadros da administração pública regional os trabalhadores das carreiras do regime geral contratados a prazo ou em nomeação transitória.

"Quero anunciar que vamos integrar definitivamente nos quadros da administração pública regional todos os trabalhadores das carreiras do regime geral que estão contratados a prazo ou em nomeação transitória há mais de dois anos ininterruptamente e cujo serviço corresponde à satisfação de necessidades permanentes dos serviços ou organismos da administração regional", afirmou Vasco Cordeiro.

No debate sobre a proposta de Programa do Governo dos Açores para esta legislatura, o governante adiantou que "igual medida será proposta aos que, ininterruptamente, há mais de três anos, prestam serviço, na modalidade de avença ou tarefa, na administração regional, satisfazendo necessidades permanentes da mesma".

Considerando a medida "de profunda justiça e alcance social", o SINTAP adianta que se trata de "uma iniciativa que vai ao encontro e dá satisfação" a uma das "mais antigas, insistentes e prementes reivindicações" da estrutura sindical.

O SINTAP "não pode deixar de valorizar e saudar o anúncio da intenção do Governo Regional de proceder à regularização dos vínculos precários na administração pública regional e a vontade de o seu presidente o fazer em diálogo aberto com os respetivos sindicatos", acrescenta o comunicado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.