Sindicato insiste na reivindicação de suplemento para polícias nos Açores

Sindicato insiste na reivindicação de suplemento para polícias nos Açores

 

AO/Lusa   Regional   14 de Jun de 2015, 14:55

O delegado nos Açores da Associação Sindical dos Profissionais de Polícia (ASPP/PSP) disse este domingo que não baixará os braços na reivindicação de um suplemento remuneratório para os elementos da PSP que trabalham na região autónoma.

 

"Chamem-lhe suplemento de insularidade, compensação remuneratória, aquilo que entenderem. O que é certo é que é devido. É devido porque há outros funcionários da administração interna, dependentes da administração central, que laboram nos Açores que já o recebem", afirmou Luís Soares, na Horta, em declarações à margem da tomada de posse dos órgãos sociais da ASPP/PSP nos Açores.

Luís Soares lembrou que, por outro lado, também o salário mínimo nacional tem um complemento nos Açores e lamentou que em relação aos polícias isso "nunca tenha sido tido em atenção".

"Auferimos nos Açores o mesmo vencimento que qualquer outro colega do continente", sublinhou, destacando que a ultraperiferia dos Açores e os custos da insularidade são reconhecidos pela generalidade das autoridades nacionais e europeias.

Luís Soares disse que a ASPP/PSP "não baixa os braços" em relação a esta questão e lembrou que a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores aprovou uma anteproposta de lei para a criação de um suplemento remuneratório para os elementos da PSP que trabalham na região que foi enviada à Assembleia da República, mas ainda não foi discutida pelo parlamento nacional.

"Vamos tentar forçar que seja discutida, utilizando as ferramentas da democracia", afirmou Luís Soares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.