Sindicato dos pilotos considera a SATA uma empresa viável

Sindicato dos pilotos considera a SATA uma empresa viável

 

Lusa/AO Online   Regional   14 de Jan de 2015, 13:28

O presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) manifestou esta quarta-feira "abertura total" para colaborar com o Grupo SATA no sentido de que este seja viável em termos financeiros.

 

“A SATA é uma empresa viável (…) e nós vamos fazer tudo para a viabilizar dentro da razoabilidade”, declarou Manuel dos Santos Cardoso, aos jornalistas.

O sindicalista falava em Ponta Delgada, à saída de uma reunião com o presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA, Luís Parreirão, no âmbito da qual lhe foi apresentado o Plano de Desenvolvimento Estratégico 2015/2020 da empresa, que foi divulgado publicamente na passada sexta-feira.

A companhia aérea SATA estima que a dívida do Governo dos Açores à empresa e os juros associados até 2020 ascenda a 77 milhões de euros, considerando que o pagamento deste montante é "determinante" para a sua recuperação financeira.

O presidente do SPAC afirmou que o encontro de hoje com a administração da SATA foi uma “primeira apresentação” e que só dirá algo mais sobre a estratégia da operadora aérea quando estiver na posse de dados mais concretos, que lhe serão fornecidos.

Manuel Cardoso considerou que a SATA tem de se “ajustar aos mercados”, reagindo assim à redução de 17 por cento no número de voos prevista no Plano de Desenvolvimento Estratégico 2015/2020 da empresa.

O sindicalista apontou que o reajustamento da estratégia comercial da operadora açoriana “vai ser parcial”, frisando que “todas as companhias têm de se ajustar aos mercados, estando a SATA a fazê-lo”.

O presidente do conselho de administração da SATA disse na sexta-feira que a transportadora aérea vai passar a privilegiar na sua operação comercial os Açores, continente, Estados Unidos da América, Canadá e Macaronésia, abandonando as rotas regulares com a Europa, por serem deficitárias.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.