Sindicato dos Jornalistas apela para uma cobertura "ampla e plural"


 

LUSA/AO online   Nacional   18 de Set de 2015, 15:23

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apelou hoje para uma cobertura das eleições legislativas "ampla e plural" e para que os jornalistas e os políticos se "tratem com respeito mútuo"

Em vésperas do arranque oficial do período de campanha eleitoral para as legislativas, marcadas para 4 de outubro, o Sindicato dos Jornalistas apelou para "uma cobertura eleitoral ampla e plural, dando igualdade de oportunidades às diversas forças políticas e cívicas envolvidas na campanha e no ato eleitoral".

Em comunicado, o SJ pediu ainda que os jornalistas e políticos "se tratem com respeito mútuo, partilhando o dever de esclarecimento e informação dos eleitores".

O sindicato defendeu ainda "informação com base em critérios jornalísticos rigorosos e não discriminatórios, centrada em divulgar os projetos e as propostas para o país e em esclarecer os cidadãos" e recordou que o "direito à informação está consagrado na Constituição da República Portuguesa e estabelece o acesso de todos os cidadãos, sem exclusões ou discriminações".

O SJ condenou "toda e qualquer forma de pressão que pretenda condicionar o direito à informação e o papel do jornalista enquanto agente plural e isento".

Relativamente ao direito à opinião, o SJ relembrou a diferença entre a crítica fundamentada e o ataque injustificado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.