Shell prevê cortar 6.500 postos de trabalho em 2015 devido à queda do preço do petróleo

Shell prevê cortar 6.500 postos de trabalho em 2015 devido à queda do preço do petróleo

 

Lusa/AO Lusa   Economia   30 de Jul de 2015, 07:51

A gigante petrolífera Royal Dutch Shell anunciou hoje uma redução de 6.500 postos de trabalho este ano devido à queda dos preços do petróleo.

“A desaceleração do preço do petróleo pode durar vários anos e as previsões de planos da Shell refletem a realidade atual do mercado”, refere a empresa, em comunicado, acrescentando que antecipa “cerca de 6.500 reduções de pessoal” em 2015.

No início do ano, a Shell revelou a intenção de comprar a rival britânica BG Group, por 67 mil milhões de euros.

Também hoje, a Centrica, a maior distribuidora doméstica britânica de energia, anunciou que vai reduzir 4.000 postos de trabalho, como parte de um programa de corte de custos, até 2020.

Os preços do petróleo caíram metade do seu valor para cerca de 50 dólares por barril desde junho do ano passado, devido a excesso de oferta.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.