Sexta edição do festival +Jazz arranca hoje em Angra do Heroísmo

Sexta edição do festival +Jazz arranca hoje em Angra do Heroísmo

 

Lusa/AO Online   Regional   25 de Mai de 2017, 07:01

A sexta edição do festival +Jazz arranca hoje, em Angra do Heroísmo, nos Açores, com a estreia nacional do documentário

“Este foi um conceito que criámos desde a nossa primeira edição, que o jazz não estivesse só presente na música. Tivemos várias exposições ligadas ao jazz. Na nossa terceira edição até lançámos um desafio a três artistas de cá da ilha para que se inspirassem num tema de jazz e apresentassem uma tela”, salientou, em declarações à Lusa, Daniela Silveira, promotora do evento.

O festival começa com a exibição do documentário “Samba e Jazz”, no Teatro Angrense, seguido de um debate com a presença do realizador, que apresenta também, no sábado, o livro de fotografia “Os caminhos do jazz”.

A noite encerra com um concerto de bossa-nova dos músicos da ilha Terceira Sónia Pereira e Nivaldo Sousa.

Na sexta-feira, o +Jazz desloca-se para o Museu de Angra do Heroísmo, onde serão inauguradas exposições de ilustrações de Taty Arruda, do Brasil, e Luís Brum, da ilha Terceira.

A segunda noite do festival inicia-se com a banda terceirense The Big Muffin Orchestra, com influências do 'delta blues' e do 'bluegrass', seguidos dos Momkéspapoila, também da ilha Terceira, que juntam jazz, soul, funk e rock, e dos Voyage, da ilha de São Miguel, que apostam num jazz ‘avant-gard’.

O +Jazz termina com jazz experimental e pós-moderno dos The Rite of Trio, do Porto, a fusão de hip-hop com jazz, blues e soul de Praso & RichardBeats, do Alentejo, e a ligação do jazz ao techno do DJ Rui Trintaeum, do Porto.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.