Semana Europeia da Mobilidade arranca hoje em cerca de 40 municípios portugueses


 

Lusa/AO Online   Nacional   16 de Set de 2016, 06:04

A edição deste ano da Semana Europeia da Mobilidade arranca hoje, com o slogan "Mobilidade inteligente. Economia forte" e iniciativas em cerca de 40 municípios portugueses.

 

A iniciativa decorre este ano sob o tema “Mobilidade sustentável e inteligente - um investimento para a Europa” e, de acordo com informação disponibilizada no site da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), visa chamar a atenção para os benefícios para a economia local "de um correto planeamento e de uma utilização racional dos transportes”.

Este ano, em Portugal, aderiram a esta iniciativa 48 localidades de mais de 40 municípios - como Águeda, Arganil, Alvito, Barcelos, Câmara de Lobos, Coruche, Fafe, Lagoa, Loures, Lousã, Manteigas, Oeiras, Oliveira do Bairro, Portimão, Porto Santo, Sines, Tavira, Vale de Cambra ou Valongo -, das quais apenas quatro são capitais de distrito - Faro, Lisboa, Santarém e Setúbal -, de acordo com uma lista datada de 12 de setembro, publicada no ‘site’ da APA.

A associação ambientalista Quercus e a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB), num comunicado conjunto, “aplaudem e destacam algumas iniciativas, embora lamentem que apenas 45 dos 308 municípios portugueses tenham ações registadas na página oficial da iniciativa (http://mobilityweek.eu)”.

Entre as várias iniciativas entretanto divulgadas está a 6.ª edição do “Bike to Work”, iniciativa da Lisboa E-Nova - Agência de Energia e Ambiente de Lisboa, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e da FPCUB.

Esta ação “dirige-se às empresas/instituições sediadas ou com instalações no concelho de Lisboa que incentivem os seus trabalhadores a deslocarem-se neste dia de bicicleta para o seu local de trabalho”. No âmbito desta iniciativa está marcado um encontro no Jardim Amália Rodrigues às 17:45.

Também em Lisboa, realiza-se, no domingo, no Terreiro do Paço, o “Bicla Fest”, que inclui o passeio “Lisboa Ciclável”, uma concentração de bicicletas antigas e animação.

Na Praça dos Restauradores, das 13:00 às 20:00, haverá ‘test-drives’ [testes de condução] de veículos elétricos de várias marcas, bem como de uma marca de bicicletas, e “sessões de esclarecimento por utilizadores diários de carros e motos elétricas”. Para as 18:00, está marcado um desfile de veículos elétricos.

No dia 22, os operadores de transportes públicos da Área Metropolitana de Lisboa (AML) vão oferecer um mês gratuito aos novos clientes que adiram ao passe intermodal.

Os cidadãos que façam a adesão ou que já não o utilizem pelo menos há 12 meses irão receber um ‘voucher’, no valor de um mês de passe, que poderá ser usufruído ainda em outubro ou, caso os prazos não o permitam, em novembro.

No Parque das Nações, mas especificamente no Passeio dos Fenícios, é hoje inaugurado “um local onde peões e automóveis podem partilhar o espaço público, sem necessidade de segregação dos espaços de uns e outros.”

Aderiram à campanha a Barraqueiro Transportes (Ribatejana, Boa Viagem, Mafrense e Oeste), Henrique Leonardo da Mota, Isidoro Duarte e JJ. Santo António, Rodoviária de Lisboa, Scotturb, Transportes de Lisboa (o que inclui a Carris, o Metropolitano e a Transtejo), Transportes Coletivos do Barreiro, Transportes Sul do Tejo, Vimeca, CP – Comboios de Portugal, Fertagus e Metro Transportes do Sul.

Em Almada, hoje, decorre o Fórum Global Ecomobilidade "Reinventar a Mobilidade Urbana - Mudar a forma como nos movemos e vivemos a cidade". A conferência conta com a presença de dois especialistas internacionais (Konrad Otto-Zimmermann e Gil Peñalosa) e do secretário de Estado adjunto e do Ambiente, José Mendes.

Em Loures, ao longo da semana haverá debates, um dia aberto de ‘ecokarts’ e circuitos de carrinhos a pedais e bicicletas.

Já em Loulé, também hoje, acontece a iniciativa “PARK(ing) Day – Ocupa do teu lugar na cidade”, que “consiste em efetuar uma mostra alargada e demonstração de diversos produtos/serviços relacionados com os temas da mobilidade inteligente, modos de vida saudáveis, eficiência energética, energias limpas, reutilização de materiais, sustentabilidade ambiental, etc., sendo para o efeito disponibilizados espaços nas zonas de habitual estacionamento de veículos no dia a dia”.

Em Águeda, ao longo da semana, haverá ‘workshops’, música e animação sob rodas, uma exposição de modelos de bicicletas ao longo do tempo, uma feira dedicada a estes veículos e passeios.

A Semana da Mobilidade é também assinalada pela Câmara do Funchal com um conjunto de iniciativas, como uma exposição, aulas lúdico-desportivas abertas ao público, um passeio de bicicleta, uma conferência e uma palestra, comes e bebes sobre rodas e variadíssimas ações de sensibilização na rua. A Avenida Arriaga será o centro da esmagadora maiorias das atividades.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.