Seis aeroportos encerrados na Indonésia devido a atividade vulcânica

Seis aeroportos encerrados na Indonésia devido a atividade vulcânica

 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Jul de 2015, 11:47

Seis aeroportos de Indonésia, incluindo o segundo mais movimentado do país, permanecem encerrados devido às nuvens de cinza dos vulcões Raung e Gamala, informaram fontes oficiais.

 

As autoridades da aviação civil, que na quinta-feira encerraram as instalações, optaram por manter encerrados os aeroportos, já que, segundo os peritos, a cinza afeta a visibilidade e os motores dos aviões.

O aeroporto internacional de Juanda, na cidade de Surabaya, a segunda maior em número de habitantes da Indonésia, e outros quatros pequenos aeroportos cancelaram os voos perante os perigos da nuvem de cinza emanada pelo vulcão Raung, na ilha de Java, indicou o Ministério de Transporte.

Entretanto as operações no aeroporto de Babullah, que serve a pequena ilha e cidade de Ternate, no Arquipélago das Molucas, foram interrompidas pela nuvem de cinza proveniente do vulcão Gamala, de 1.715 metros de altura, aí localizado.

A companhia indonésia Garuda informou hoje em comunicado que 45 dos seus voos foram afetados pelo encerramento dos aeroportos.

Na semana passada, a atividade do Raung forçou o encerramento, em pelo menos duas ocasiões, do aeroporto internacional de Denpasar, na ilha de Bali, o principal destino turístico do país.

A Indonésia está localizada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, numa área de grande atividade sísmica e vulcânica, e conta com mais de 400 vulcões, dos quais pelo menos 129 continuam ativos e 65 estão classificados como perigosos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.