Trabalho

Sector da construção perdeu 119 mil postos de trabalho desde 2002

Sector da construção perdeu 119 mil postos de trabalho desde 2002

 

Lusa / AO online   Economia   9 de Fev de 2010, 14:43

O sector da construção perdeu 119 mil postos de trabalho desde 2002 e este ano o desemprego pode atingir 96 mil trabalhadores, segundo dados apresentados esta terça-feira pela Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP).
O sector da construção "perdeu 119 mil trabalhadores desde 2002, empregando actualmente 530 mil pessoas", disse o presidente da Associação da Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), Reis Campos, uma das associadas da Federação da Construção.

"Em 2009, a construção perdeu 56 mil postos de trabalho", afirmou o presidente da FEPICOP, Ricardo Pedrosa Gomes, avançando que se a tendência de quebra na actividade não se inverter, este ano "o desemprego no sector pode atingir 96 mil pessoas".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.