Secretário de Estado do Vaticano em Fátima na peregrinação de outubro de 2016

Secretário de Estado do Vaticano em Fátima na peregrinação de outubro de 2016

 

Lusa   Nacional   13 de Set de 2015, 11:34

O secretário de Estado do Vaticano vai presidir à peregrinação internacional aniversária de outubro de 2016 ao Santuário de Fátima para preparar a visita do papa em maio do ano seguinte, afirmou hoje à agência Ecclesia o bispo de Leiria-Fátima.

“Tínhamos feito o convite e ele ter-se-á aconselhado com o papa, que lhe terá dito ‘vais abrir o caminho, vai como precursor’”, declarou António Marto, em Roma, Itália, no fim da visita “ad limina”, que hoje terminou.

Segundo António Marto, o cardeal Pietro Parolín, número dois da hierarquia da Igreja Católica, disse nunca ter visitado o santuário português.

“Ele disse-me ‘vou de certo modo egoisticamente, porque é a primeira vez que vou a Fátima. Nunca lá estive e tenho desejo profundo de conhecer’”, adiantou o bispo da Diocese de Leiria-Fátima.

Já a peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de maio do próximo ano vai ser presidia pelo cardeal-patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, referiu António Marto.

A visita “ad limina” é a visita que cada bispo diocesano deve fazer a Roma, o que geralmente acontece de cinco em cinco anos e por conferência episcopal, na qual apresenta ao papa o relatório sobre o estado da respetiva diocese e da Igreja no seu país.

No encontro dos bispos de Portugal com o papa, esta semana, Francisco expressou novamente a vontade de ir a Fátima.

Para António Marto, o papa “tem mesmo um desejo profundo, interior, de ir a Fátima, em maio de 2017”.

O centenário dos acontecimentos de 1917 na Cova da Iria e a relevância do Santuário de Fátima foram temas que marcaram a visita “ad limina”, que decorreu esta semana, onde vários prefeitos das congregações do Vaticano sublinharam a sua importância, acrescentou António Marto à agência Ecclesia.

O papa Francisco confirmou, no dia 25 de abril, ao bispo de Leiria-Fátima, que tenciona deslocar-se a Fátima em 2017, quando se assinala o centenário dos acontecimentos na Cova da Iria, revelou a diocese portuguesa.

Numa informação enviada à agência Lusa nessa data, a diocese anunciou que, em audiência privada, em Roma, o papa Francisco confirmou a António Marto que, “‘se Deus [me] der vida e saúde’ quer estar na Cova da Iria para celebrar o centenário das aparições de Fátima”.

“Depois de ter recebido já vários convites, é a primeira vez que Francisco afirma de forma explícita este desejo de vir a Fátima, autorizando a divulgação pública da sua intenção”, destacou a diocese.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.