Seca destrói um terço das colheitas na Rússia


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Ago de 2010, 12:17

A seca que afecta numerosas regiões da Rússia faz prever uma queda das colheitas de cereais em 30 por cento, comparativamente a 2009, declarou esta segunda-feira o director dos Serviços Meteorológicos da Rússia.
Numa conferência de imprensa em Moscovo, Alexandre Frolov afirmou que a previsão de colheita é de 60 a 70 milhões de toneladas de cereais, contra as 97 milhões de toneladas em 2009.

“Devido à seca, esperamos uma redução em 30 por cento da colheita de batatas e de beterraba sacarina”, acrescentou.

Frolov defendeu que “é preciso pensar nas sementeiras de inverno”, acrescentando que já deviam ter começado, mas a seca não o permite.

A 05 de Agosto, o Governo russo proibiu a exportação de cereais até ao fim do corrente ano.

A seca levou à imposição do estado de emergência em 27 regiões russas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.