São Miguel e Santa Maria em "alerta máximo" à espera do 'Gordon'

São Miguel e Santa Maria em "alerta máximo" à espera do 'Gordon'

 

Lusa / AO online   Regional   18 de Ago de 2012, 20:12

O presidente do Governo dos Açores, Carlos César, anunciou que os serviços públicos operacionais das ilhas de S. Miguel e Santa Maria, que constituem o Grupo Oriental, estão em "alerta máximo" para a passagem do furacão 'Gordon'.

 

"Colocamos em alerta moderado os nossos serviços públicos operacionais no Grupo Central e em alerta máximo todos os serviços nas ilhas de S. Miguel e Santa Maria", afirmou Carlos César, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada, no final de uma reunião com vários membros do executivo para analisar as medidas adequadas para responder a eventuais situações de emergência.

A reunião, segundo Carlos César, serviu para analisar as possíveis consequências da passagem do furacão, mas também para preparar as necessárias respostas, já que, "se não se alterar a trajetória do furacão, será necessária atenção e coordenação muito especial".

O presidente do Governo Regional adiantou que em S. Miguel estão em "estado de prontidão" 320 bombeiros e 374 trabalhadores de vários serviços públicos da administração regional, em áreas como ambiente, agricultura, equipamentos e pescas.

"Conjugamos com isso cerca de 60 equipamentos móveis, que estão distribuídos por áreas consideradas tradicionalmente mais frágeis", frisou, acrescentando que, em Santa Maria, o dispositivo conta com 40 bombeiros e mais de 60 funcionários públicos.

Nas duas ilhas do grupo Oriental estão também mobilizados cerca de 60 técnicos de acção social para qualquer eventualidade.

"Tive oportunidade ao longo do dia de conversar com os presidentes das camaras municipais de S. Miguel e Santa Maria dando-lhes conta do dispositivo que o Governo Regional adoptou", referiu Carlos César, salientando esperar uma boa colaboração de esforços em caso de emergência.

O furacão 'Gordon' vai chegar aos Açores na madrugada de segunda-feira e deverá atingir especialmente as ilhas de S. Miguel e Santa Maria.

O Instituto de Meteorologia (IM) emitiu esta tarde um "aviso de furacão" para os Açores, explicando que a tempestade tropical 'Gordon' se intensificou durante as últimas horas.

"A tempestade tropical Gordon intensificou-se durante as últimas horas e prevê-se que entre no setor sudoeste da região marítima dos Açores pelas 12:00 de domingo 19 de agosto como furacão de categoria I (escala de Saffir-Simpson)", refere o IM em comunicado.

O furacão seguirá "depois na direção nordeste, atingindo a região do Grupo Oriental pelas 00:00 de segunda-feira 20, afetando as ilhas de São Miguel e Santa Maria".

Nesta zona "estão previstos ventos médios de 110 km/h com rajadas até 150 km/h, precipitação intensa e ondas entre 14 e 16 metros", avança ainda o IM.

O presidente do Governo dos Açores, Carlos César, nomeou o diretor regional da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Paulo Menezes, para coordenar as operações dos serviços oficiais em Santa Maria na sequência da passagem do 'Gordon'.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.