Santa Maria quer continuar a ser ilha de referência de escalas técnicas nos Açores

Santa Maria quer continuar a ser ilha de referência de escalas técnicas nos Açores

 

Lusa / AO online   Regional   8 de Fev de 2015, 11:27

O Conselho de Ilha de Santa Maria decidiu enviar um documento ao presidente do Governo dos Açores em que pede para o aeroporto local continuar a ser o aeroporto de referência para as escalas técnicas na região.

 

Esta decisão surge na sequência do plano de revitalização económica da ilha Terceira, que o Governo Regional dos Açores apresentou em janeiro e no qual propõe um conjunto de medidas para tentar paliar o impacto da redução do contingente que os Estados Unidos têm na base das Lajes.

Os conselheiros de Santa Maria são "solidários com o que está a acontecer" na Terceira, até porque já sentiram o mesmo "na pele" no passado, e apoiam a maioria das medidas contidas no plano do executivo açoriano, vincou o presidente do Conselho de Ilha mariense, Rui Arruda, em declarações à Lusa, no final de uma reunião deste órgão, em Vila do Porto.

A discordância está em relação a medidas relacionadas com a assistência técnica a aviões em escala, afirmou Rui Arruda, dizendo que a sua adoção pode “prejudicar diretamente” Santa Maria, e com um "impacto muito elevado" na economia da ilha, onde o aeroporto tem um peso significativo.

Rui Arruda afirmou que no documento que vai ser enviado a Vasco Cordeiro, "com conhecimento" da Assembleia Legislativa da Região, os conselheiros pedem para o aeroporto de Santa Maria continuar a ser o aeroporto de referência nos Açores para as escalas técnicas, mantendo aquilo que tem sido dito pelas autoridades regionais.

O plano de revitalização da Terceira propõe 170 medidas para a ilha, a serem tomadas pelo Governo Regional, pelo Governo da República e pelos dois municípios locais (Praia da Vitória e Angra do Heroísmo).

Entre essas medidas está a alteração, pelo executivo nacional, do estatuto militar da base das Lajes, para potenciar a capacidade de atração para a aviação civil, assim como a redução em 50%, pelo Governo dos Açores, das taxas aeroportuárias da aerogare civil das Lajes, incluindo as taxas de assistência em escala.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.