Salgado pediu ajuda ao Governo para salvar GES

Salgado pediu ajuda ao Governo para salvar GES

 

Lusa/AO online   Economia   16 de Mar de 2015, 17:31

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, respondeu às questões que lhe foram colocadas no âmbito da comissão parlamentar de inquérito ao caso BES/GES, confirmando que Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, solicitou ajuda governamental para salvar o GES.

Passos Coelho relatou que teve duas reuniões com o líder histórico do Banco Espírito Santo (BES), a 7 de abril e a 14 de maio de 2014, revelando que a segunda audição "tinha o propósito de sensibilizar e procurar o apoio do Governo para um plano de financiamento visando acudir ao desequilíbrio económico-financeiro do Grupo Espírito Santo (GES)", segundo o documento a que a agência Lusa teve acesso.

O plano apresentado por Salgado "como sendo de saneamento do setor não financeiro do Grupo, pressupunha a disponibilização de linhas de financiamento de longo prazo suportadas por troca de ativos entre diversas entidades bancárias, particularmente a Caixa Geral de Depósitos", escreveu o primeiro-ministro nas respostas dirigidas aos grupos parlamentares que integram esta comissão.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.