Michael O'Leary afirma que Ryanair vai ultrapassar a TAP em três anos e ser líder em Portugal


 

LUSA/AO online   Economia   16 de Set de 2014, 13:47

A Ryanair vai atingir os 12 milhões de passageiros em três anos e assim ultrapassar a TAP e ser líder em Portugal, afirmou hoje o presidente executivo da companhia aérea de baixo custo

Em declarações à Lusa, Michael O’Leary explicou que a companhia irlandesa vai duplicar o número de passageiros transportados, de seis para 12 milhões de euros, em apenas três anos, através do reforço da oferta nas três bases em Portugal.

“É possível ultrapassar a TAP e ser a primeira companhia em Portugal”, declarou, no dia em que anunciou o lançamento de seis novas rotas a partir de Lisboa no próximo verão.

Michael O’Leary adiantou que, se a TAP for privatizada, vai ficar “mais pequena”, numa primeira fase, e só depois começará a crescer.

Em relação ao aumento das taxas aeroportuárias – com novo aumento anunciado para 01 de dezembro -, o responsável da Ryanair considerou “um problema para todas as companhias aéreas”.

“Já falámos com a Vinci para que não continuem a aumentar as taxas ou que introduzam descontos para as companhias que aumentam o tráfego, à semelhança do que fazem outros aeroportos europeus, para incentivar o crescimento do turismo e a criação de emprego”, acrescentou.

O porta-voz da Ryanair adiantou que “só os regimes comunistas, mantêm este modelo”.

Em agosto, a ANA anunciou o aumento das taxas reguladas cobradas às companhias aéreas em 7,56% no aeroporto de Lisboa e em 1,50% no aeroporto do Porto, a partir de 01 de dezembro, resultado de um aumento do tráfego acima do previsto.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.