Ryanair satisfeita com a venda de viagens para os Açores

Ryanair satisfeita com a venda de viagens para os Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   23 de Jan de 2015, 13:26

A companhia aérea de baixo custo Ryanair revelou esta sexta-feira já ter vendido cerca de 20% dos bilhetes para os Açores para viagens em abril, mês em que inicia a sua operação na ilha de São Miguel.

 

“Não temos uma base de comparação com destinos similares, mas vemos que existe interesse e as vendas estão a comportar-se de maneira positiva. Cerca de 20% dos bilhetes em abril estão vendidos”, disse aos jornalistas o diretor de desenvolvimento de rotas da Ryanair, Luis Fernández-Mellado, em Ponta Delgada.

A companhia aérea irlandesa de baixo custo Ryanair anunciou em dezembro que começa a voar para os Açores a partir de 01 de abril, disponibilizando viagens entre Ponta Delgada, Lisboa, Porto e Londres, num total de 20 voos semanais.

Luis Fernández-Mellado está hoje em Ponta Delgada para participar, ao final da tarde, numa conferência organizada pelos PSD/Açores sobre “transportes aéreos, novas obrigações de serviço público – impacto e oportunidades”.

Segundo o responsável da Ryanair, a rota Porto/Ponta Delgada, com cinco voos por semana, está a registar uma “grande procura”, algo que está a surpreender a companhia aérea.

Relativamente à ligação com Londres, Luis Fernández-Mellado adiantou que em julho e agosto há já várias reservas de britânicos que tencionam viajar para os Açores, sem revelar mais dados, justificando com motivos de ordem comercial.

No primeiro ano de operação da Ryanair em S. Miguel, nos Açores, a companhia aérea estima transportar 350 mil passageiros e ter na maior ilha açoriana 30 funcionários, entre pilotos e assistentes de bordo, e um avião Boing 737, com capacidade para 189 passageiros.

Questionado sobre a possibilidade de abrirem uma rota a partir da ilha Terceira, o diretor da Ryanair disse apenas que “por agora” a companhia está centrada na rota de Ponta Delgada.

O novo modelo de ligações aéreas para os Açores, que estará em vigor em 2015, garante que os residentes no arquipélago pagarão, no máximo, 134 euros pelas viagens ao continente e, se a companhia aérea lhes cobrar mais do que isso, serão posteriormente reembolsados da diferença pela administração central.

Luis Fernández-Mellado referiu que a Ryanair está a praticar uma tarifa média para os Açores de 42 euros.

Com a abertura da rota de Ponta Delgada, a Ryanair passa a ter quatro bases em Portugal (Lisboa, Porto, Faro e Ponta Delgada), com 17 aviões e 84 rotas.

A companhia aérea, que em 2015 celebra 30 anos, tem no total 72 bases na Europa, opera em 189 aeroportos de 30 países, tem 1.600 rotas, mais de 100 milhões de clientes e uma frota de 320 aviões, que será aumentada nos próximos anos com aviões já encomendados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.