Ryanair anuncia mais cancelamentos de voos programados entre novembro e março

Ryanair anuncia mais cancelamentos de voos programados entre novembro e março

 

Lusa/AO Online   Economia   27 de Set de 2017, 14:25

A transportadora aérea irlandesa Ryanair anunciou hoje novos cancelamentos de voos entre novembro deste ano e março de 2018 que podem atingir quase 400.000 clientes, para eliminar qualquer risco de futuros cancelamentos.

Num comunicado, a Ryanair propõe aos passageiros afetados pela nova calendarização a marcação de novos voos ou reembolsos.

A maior companhia da Europa em número de passageiros já foi forçada a anular de forma inesperada 2.100 voos entre meados de setembro e finais de outubro, atingindo 315.000 clientes.

Hoje, a Ryanair anunciou que vai deixar de operar 25 aviões de um total de 400 entre novembro de 2017 e março de 2018, e menos 10 aviões de um total de 445 aviões a partir de abril de 2018.

A Ryanair explica, num comunicado, que estes cancelamentos incidem num voo por dia durante um período de cinco meses, para a maioria dos quais ainda não foi registada qualquer reserva.

Contudo, estes novos cancelamentos vão afetar cerca de 400.000 clientes que já compraram a passagem - segundo a companhia menos de 1% das pessoas transportadas no próximo inverno - e aos quais a Ryanair propõe novos voos ou reembolsos.

No total, 34 ligações vão ser suspensas na Europa, precisa a empresa, para permitir aos pilotos gozarem férias.

A empresa refere ainda que todos os clientes lesados vão receber um 'voucher' de 40 euros para um trajeto e de 80 euros para uma ida e volta para utilizar à escolha até março de 2018.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.