Rússia tem armazenada mais de metade do total de minas terrestres em todo o mundo


 

Lusa/AO Online   Internacional   26 de Nov de 2015, 15:40

A Rússia tem armazenado mais de metade do total de minas terrestres existentes no mundo, ao concentrar 26,6 milhões de artefactos explosivos antipessoal e anticarro, indica hoje um relatório internacional.

No "Landmine Report 2015", organizado desde 1999 pela Campanha Internacional para a Eliminação de Minas (ICBL, na sigla em inglês), o total estimado de minas armazenadas em todo o mundo é de 45 milhões, com Paquistão (seis milhões, estimativas), Índia (quatro a cinco milhões, estimativas), China (menos de cinco milhões) e Estados Unidos (três milhões) a completarem o "top 5" da lista.

Os cinco países não fazem parte dos 162 que assinaram, em 1997, a Convenção sobre a Proibição de Uso, Armazenamento, Produção e Transferência de Minas Antipessoal e sobre a Eliminação, e encabeçam uma lista que engloba juntam-se, mais 26 Estados.

Trata-se da Arábia Saudita, Arménia, Azerbaijão, Bahrein, Birmânia, Cazaquistão, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Cuba, Emiratos Árabes Unidos, Egito, Geórgia, Irão, Israel, Laos, Líbano, Líbia, Marrocos, Mongólia, Nepal, Quirguistão, Singapura, Síria, Sri Lanka, Uzbequistão e Vietname.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.