Rui Cordeiro exige respeito dos árbitros, Liga e FPF para com o Santa Clara

Rui Cordeiro exige respeito dos árbitros, Liga e FPF para com o Santa Clara

 

Arthur Melo   Futebol   6 de Set de 2015, 19:56

Presidente do Santa Clara não calou a revolta no final do encontro em que a equipa perdeu em casa com o Académico de Viseu. Rui Cordeiro vai pedir reunião a Pedro Proença e fazer uma exposição a Vítor Pereira

O presidente do Santa Clara exigiu respeito para com o clube e melhores arbitragens no Estádio de São Miguel.

Rui Cordeiro não calou a revolta após a derrota da equipa encarnada com o Académico de Viseu (0-1), em jogo em atraso da quarta jornada da II Liga, sendo que o golo dos viseenses nasceu de uma grande penalidade bastante duvidosa assinalada pelo árbitro João Matos, de Viana do Castelo, no tempo de compensação.

"Não admitimos que venham aos Açores para pisarem aquela relva e brincarem com o nosso trabalho. Não admitimos que brinquem com o nosso trabalho que é sério e honesto. Merecemos melhores arbitragens", vincou o líder da SAD e do clube encarnado.

Cordeiro recordou que o Santa Clara, nos encontros que disputou em casa esta temporada, teve como árbitros nomeados juízes que acabaram de ser promovidos às provas profissionais e por isso mesmo vai fazer chegar a sua indignação junto de Vítor Pereira.

"Na próxima semana vamos enviar uma rigorsa exposição ao Conselho de Arbitragem da Federação com uma avaliação sobre o trabalho dos arbitros realizado aqui em São Miguel. Em casa, esta temporada, fomos sempre penalizados nos três jogos já realizados. Há uma tendência de imparcialidade. Não merecemos estas arbitragens", realçou o presidente.

Além disso, adiantou também Rui Cordeiro, uma reunião de urgência vai ser solicitada ao presidente da Liga, Pedro Proença, onde a SAD vai demonstrar toda a sua insatisfação pelas 'injustiças' que tem sofrido em casa.

"Somos açorianos mas não somos portugueses de segunda! E aqui fica, desde já, o aviso para a Liga: queremos, e merecemos, melhores aribtragens".

No final da partida, o treinador Filipe Gouveia não deixou escapar alguma ironia sobre o encontro e fazendo um parelilismo ao facto da equipa ter falhado a subida à liderança da prova, o técnico afirmou que "se calhar causava algum nervosismo irmos para o primeiro lugar e como estamos loge de todos e de tudo, fazem-nos isso. Estamos a causar muita comichão a muita gente", finalizou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.