RTP/Açores deve ser distribuída na diáspora até final do primeiro semestre de 2016

RTP/Açores deve ser distribuída na diáspora até final do primeiro semestre de 2016

 

Lusa/AO Online   Regional   21 de Out de 2015, 18:50

A diretora da RTP/Açores, Lorina Bernardo, adiantou hoje, em audição numa comissão da Assembleia Legislativa Regional, que até ao final do primeiro semestre de 2016 o canal deverá ser transmitido na diáspora, nomeadamente nos Estados Unidos e no Canadá.

 

“A RTP – portanto, o conselho de administração, essencialmente - está a desenvolver negociações com os distribuidores nos Estados Unidos e no Canadá de modo a que a RTP/Açores consiga ser transmitida lá. Este projeto terá início, em princípio, no primeiro semestre do próximo ano", afirmou Lorina Bernardo.

A diretora da RTP/Açores falava na Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho, que decorreu esta tarde na delegação da assembleia em Ponta Delgada, onde também foi ouvido o diretor de conteúdos da RTP/Açores.

O responsável considerou que a emissão do canal regional na diáspora terá "retorno" porque "reúne entusiasmo" da comunidade açoriana fora da região.

Atualmente, apenas alguns programas da RTP/Açores chegam, através da RTP/Internacional, àqueles dois países, principais destinos da emigração açoriana.

"Há de facto uma janela enorme que se abre, não só em termos de intercâmbio de programação, porque produzindo coisas cá e lá podemos também satisfazer esse desejo ou curiosidade que as nossas comunidades têm. É um projeto que nos entusiasma e que tem retorno, eu acredito que sim e a nossa administração também, através de intercâmbio de serviços e de captação de algum investimento em publicidade", disse Vítor Alves.

A nova grelha da rádio e televisão pública dos Açores arranca no próximo dia 02 de novembro.

Já existe um orçamento aprovado para a grelha de 2016 pela administração da empresa, no valor de um milhão de euros.

"Relativamente ao orçamento próprio, nós ainda esta semana e na semana passada estivemos a tratar daquilo que são as nossas necessidades para a grelha do próximo ano e apresentámos o projeto. Já está aprovado um milhão de euros para a grelha do próximo ano", adiantou Lorina Bernardo.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.