Ronaldo, feliz com novo recorde, pediu tempo para Benítez

Ronaldo, feliz com novo recorde, pediu tempo para Benítez

 

Lusa/AO Online   Futebol   9 de Dez de 2015, 06:33

O português Cristiano Ronaldo, que marcou quatro vezes ao Malmö, manifestou-se feliz pelo recorde de 11 golos numa fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol e pediu tempo para o treinador Rafa Benítez no Real Madrid.

 

"Estou contente. Foi um jogo muito bom da equipa. Correu-me muito bem e todos estivemos muito bem. Estivemos com intensidade e concentrados. Era um jogo estava ao nosso alcance. Sabíamos que com pressão alta podiam chegar os golos e assim foi. Estou feliz por ter conseguido mais um recorde", afirmou o avançado português, após a goleada de 8-0 imposta em Madrid à equipa sueca na sexta e última jornada do Grupo A.

Ronaldo, que marcou pela primeira vez quatro golos num jogo da 'Champions' e reforçou o estatuto de melhor marcador de sempre da competição, com 88, desvalorizou os assobios dirigidos a Benítez.

"Não dei conta. Não sei o que passou. Não vejo qual é o problema. As pessoas manifestam-se como querem, mas penso que Rafael Benítez está a fazer um trabalho muito bom. E há que dar-lhe tempo, porque na minha opinião a fazer as coisas bem", disse o capitão da seleção lusa.

Ronaldo acrescentou ainda que o Real Madrid é um clube em que "quando as coisas não correm bem todos criticam", mas disse que estão habituados. "Agora temos mais confiança. Levamos cinco vitórias seguidas e há que continuar assim", frisou 'CR7', remetendo para o passado a goleada sofrida com o Barcelona.

Cristiano Ronaldo rejeitou ainda estar a ponderar deixar o Real Madrid, considerando que os presumíveis interesses do Paris Saint-Germain ou do Manchester United, no qual já jogou, "são as especulações de todos os anos".

"De certa forma, estamos acostumados. Estou tranquilo. Este é um clube que me ajudou muito desde que cheguei e estou muito feliz aqui", sublinhou.

Questionado sobre o encontro que opõe na quarta-feira o seu antigo treinador José Mourinho, técnico do Chelsea, e o ex-colega Iker Casillas, guarda-redes do FC Porto, Ronaldo não mostrou preferência. "É um jogo Chelsea-Porto... que ganhe o melhor".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.