Conjuntura

Risco da dívida portuguesa é o segundo que mais melhora


 

Lusa / AO online   Economia   30 de Jul de 2010, 12:12

O risco da dívida portuguesa é o segundo que mais melhora esta sexta-feira, a seguir ao Vietname, de acordo com os dados da agência de informação financeira Bloomberg.
Os CDS associados aos títulos de dívida portugueses a cinco anos caíam, pelas 12:25, 4,9 por cento relativamente ao fecho de quinta-feira feira, situando-se nos 220,90 pontos base.

Os 'Credit Default Swaps' (CDS) são títulos que protegem o investidor de eventuais riscos da dívida soberana.

O Vietname lidera a lista dos países cujo risco de incumprimento mais cai hoje, enquanto a Grécia ocupa a terceira posição.

Assim, para segurar dívida pública portuguesa com maturidade a cinco anos no valor de 10 milhões de euros, os investidores teriam de pagar um seguro anual pouco superior a 220 mil euros.

O risco da dívida portuguesa agravou-se nos primeiros meses do ano com os investidores a desconfiarem da capacidade da Europa, e sobretudo dos países do Sul, para saírem da crise financeira, mas tem vindo a cair nos últimos tempos, apesar de algumas oscilações.

Em termos absolutos, Portugal é o 13.º país com mais risco em termos de dívida pública, numa lista liderada pela Venezuela.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.