Ricardo Salgado fica em liberdade mediante caução de 3 milhões de euros

Ricardo Salgado fica em liberdade mediante caução de 3 milhões de euros

 

Lusa/AO online   Economia   24 de Jul de 2014, 17:42

Ricardo Salgado, ex-presidente executivo do Banco Espírito Santo (BES), ficou em liberdade mediante uma caução de 3 milhões de euros após ter sido inquirido em interrogatório judicial no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) em Lisboa.

 

Ricardo Salgado foi interrogado durante a manhã e a tarde na qualidade de arguido pelo juiz Carlos Alexandre, após ter sido hoje detido no âmbito da "Operação Monte Branco", que investiga a maior rede de branqueamento de capitais em Portugal.

Francisco Proença de Carvalho, advogado de Ricardo Fernandes, disse à saída do TCIC que o seu constituinte "colaborou com a justiça, prestou a sua visão sobre os factos e assim continuará, e agora seguirá para sua casa, normalmente".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.